Pós-Graduação

O Programa de Pós-graduação em Engenharia de Transportes é avaliado com conceito 4 desde o ano de 2013 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES. O conceito 4 é atribuído aos cursos com bom desempenho. O Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Transportes, através de seus professores, está desenvolvendo atividades para explorar melhor a potencialidade de produção científica de seus grupos de pesquisa e alteração do Regimento, em aderência aos Documentos de Área, referentes às Avaliações da CAPES e indicadores da Comissão Permanente de Avaliação (CPA) da USP. Agradecemos a todos que colaboram para alcançarmos metas cada vez mais elevadas de qualidade e produtividade.

A Coordenação do Programa.

História

O Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Transportes é um dos mais antigos da área de engenharia de transportes no País e teve seu início com o curso de mestrado em 1973, junto ao então denominado Departamento de Transportes e Topografia da Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, atualmente Departamento de Engenharia de Transportes. Em 1976, após a sua maturação natural, foi implantado o curso de doutorado. Foram formados, até o momento, 135 doutores e 350 mestres que desenvolvem suas atividades nas melhores universidades do País e da América Latina, assim como em empresas públicas e privadas dos setores relacionados aos transportes.

A Escola de Engenharia de São Carlos, que abriga o Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Transportes no seu Departamento de Engenharia de Transportes, está localizada na cidade de São Carlos, que se situa nas proximidades do centro geográfico do Estado de São Paulo. São Carlos é conhecida como “Capital da Tecnologia” e abriga um campus da USP, dividido em três áreas geográficas os quais onde são oferecidos cursos de graduação e de pós-graduação nas áreas de engenharia, física, química, computação, matemática, estatística e arquitetura e urbanismo. São Carlos é considerada a cidade da América Latina com a maior taxa de doutores per capita, em virtude da diversidade de cursos de pós-graduação ofertados pelas duas universidades públicas aqui instaladas. Tal estrutura universitária diversificada e de altíssima qualidade, em conjunto com a facilidade de acesso rodoviário, ferroviário e aeroviário, a boa infraestrutura de serviços públicos e privados e a excelente qualidade de vida, tornam a cidade de São Carlos um polo de pesquisa e desenvolvimento dinâmico, que atrai alunos de graduação, de pós-graduação e pesquisadores do estado de São Paulo, de outros estados do país e também de países latino-americanos.

Devido a esses fatores, aliados à facilidade de acesso, boa infraestrutura e qualidade de vida, São Carlos tornou-se um polo de pesquisa e desenvolvimento, atraindo alunos de graduação, de pós-graduação e pesquisadores do estado de São Paulo, de outros estados da União, além de países latino-americanos.

O programa de Pós-Graduação em Engenharia de Transportes dispõe de instalações físicas, com aproximadamente 1.600 m2 de área construída, que abrigam dois anfiteatros destinados a defesas de dissertações e teses, palestras e aulas de pós-graduação, uma sala de aula, salas de docentes e de alunos de pós-graduação, além dos laboratórios de reologia de materiais e misturas asfálticas, de geomática, geoprocessamento aplicados a transportes, de simulação de direção, de simulação computacional de sistemas de transportes e de ensino informatizado.

Os cursos de Mestrado e Doutorado destinam-se aos profissionais com formação em engenharia civil e áreas afins e concentram-se em duas grandes áreas de pesquisa: Infraestrutura de Transportes e Planejamento e Operação de Sistemas de Transportes.